Vitalenzym UR ♀ (feminino)

  • Vitalenzym UR ♀  (feminino)

Características


TrienzyComplex®

Complexo enzimático com elevada capacidade proteolítica, que atua nos processos inflamatórios no nosso organismo. A atividade acentuadamente diminuída das enzimas no organismo humano, pode manifestar-se de diversas formas.¬ Na saúde, certas enzimas, especialmente as enzimas proteolíticas (quebram as proteínas) salvaguardam o corpo das células malignas, desmascarando literalmente as células cancerosas e entregando-as ao sistema imunológico para destruição e eliminação. De acordo com esta teoria, a célula cancerígena é envolvida por uma camada de proteína como a fibrina, que engana o sistema imunitário. Contudo, as enzimas proteolíticas presentes no TrienzyComplex® são capazes de digerir a camada de fibrina que envolve normalmente estas células, e desta forma permite a sua deteção pelo sistema imunitário. O mesmo mecanismo acontece com os depósitos que se acumulam nos vasos sanguíneos, dificultando a circulação sanguínea.


Piper nigrum L.

Extrato patenteado obtido dos frutos da pimenta negra (Piper nigrum) padronizados a 95 % de piperina, o principal alcaloide presente nesta espécie. Este extrato padronizado tem sido utilizado como um potenciador da biodisponibilidade, aumentando desta forma a absorção de nutrientes em, pelo menos, 30 %.


Berberis aristata L.

Estudos fitoquímicos e farmacológicos têm mostrado que todas as espécies do género Berberis possuem propriedades: antimicrobiana, antiemética, antipirética, antioxidante, anti-inflamatória, antiarrítmica, sedativa, anticolinérgica, colagogo, anti-leishmaniose (Duke et al., 2002; Zarei et al., 2015). No caso das infeções do trato urinário, a função anti-infeciosa da berberina relaciona-se com a sua capacidade de impedir a adesão dos microrganismos às células uroepiteliais.


Equisetum arvense L.

Conhecida principalmente pelas suas propriedades remineralizantes e tonificantes do tecido conjuntivo, devido ao seu elevado teor em sais de silício, a cavalinha é muito utilizada com o objetivo de melhorar a consistência e elasticidade dos tecidos de suporte e revestimento. O elevado teor em sílica da cavalinha contribui largamente para o seu efeito adstringente. Já os seus teores em flavonoides e sais de potássio conferem-lhe uma ação diurética, estando indicada para casos de infeções geniturinárias e na prevenção de litíase urinária.


Urtica dioica L.

No que toca à farmacologia e atividade biológica das partes aéreas floridas desta planta, pode dizer-se que estas se caracterizam pela sua ação diurética, anti-inflamatória, remineralizante, ligeiramente hipotensora e hipoglicemiante. As suas raízes possuem também ação diurética e ainda ação anti-inflamatória sobre o adenoma prostático ao inibir a 5- -redutase.


Arctostaphylos uva-ursi L.

A uva ursina é uma das espécies mais comumente usadas na prevenção de ITUs. A sua ação antisséptica deve-se à presença de aglicona – uma hidroquinona formada pela degradação da arbutina – que é libertada na urina alcalina e que é eficaz contra estafilococos e E. coli. Este efeito antimicrobiano deve-se, em parte, à capacidade dos extratos aquosos da uva ursina para alterar as caraterísticas da superfície das células microbianas. Para além desta capacidade antissética, a uva ursina possui ainda efeitos diuréticos e anti-inflamatórios. Esta espécie deve ser usada ao primeiro sinal de infeção ou para efeitos de profilaxia a curto prazo.


Rutina

A Rutina é um bioflavonoide e o seu efeito anti-inflamatório resulta da inibição de algumas enzimas-chave envolvidas no processo inflamatório e nas vias de sinalização celular, tais como ciclo-oxigenase e lipoxigenase, proteína quinase C e fosfoinositida 3-kinase (PI 3-quinase). A resposta inflamatória consiste no aumento da permeabilidade dos vasos sanguíneos que conduz à migração e à ativação de neutrófilos polimorfonucleares (PMNs). A função antimicrobiana dos PMNs é baseada na sua capacidade de fagocitose e capacidade de libertação de enzimas proteolíticas e de espécies reativas de oxigénio, as quais desempenham um papel importante nos danos no tecido durante a inflamação.


Indicações

Suplemento alimentar coadjuvante na prevenção de infeções do trato urinário. Através da formulação à base de Arctostaphylos uva-ursi, promove uma ação antissética e antimicrobiana contra vários agentes patogénicos do trato urinário, como Escherichia coli, Proteus mirabilis. As propriedades anti-inflamatórias, diuréticas e tónicas para o sistema urinário reconhecidas por Equisetum arvense e Urtica dioica; assim como o poder antiurolítico e antimicrobiano de Berberis aristata, permitem uma ação protetora completa face aos agentes patogénicos responsáveis pelas infeções ocorridas no trato urinário.¬

Apresentação
Apresentação Embalagem de 90 cápsulas.
Toma Diária Recomendada
TDR 1 cápsula, 3 vezes por dia, 30 minutos antes das 3 principais refeições. Engolir a cápsula sem abrir nem mastigar, com um copo de água.
Composição
Ingredientes (TDR) 162 mg de TrienzyComplex (Bromelaína - 33,3%, ¬-Glactosidase - 33,3%, -Galactosidase - 33,3%); 162 mg de Extrato de Pimenta preta (Piper nigrum L. - Futos, padronizado a 95% de piperina); 162 mg de Extrato seco de Berberina (Berberis aristata DC. - Casca, padronizado a 97% de berberina); 162 mg de Extrato seco de Cavalinha (Equisetum arvense L. - Erva, padronizado a a 0,3% isoquercetina); 162 mg de Extrato seco de Urtiga (Urtica dioica L. - Folha) 4:1; 162 mg de Extrato seco de Uva Ursina (Arctostaphylos uva-ursi L. Spreng. - Folha, padronizado a 8% de arbutina); 78 mg de Rutina (Extraída de Saphorae japonica L.) ; Celulose microcristalina (antiaglomerante); Cápsula: Gelatina, Hipromelose, Carbonato de Cálcio, Carragenina e Acetato de potássio (corantes).
Recomendações
Interações Não administrar concomitantemente com anticoagulantes orais, uma vez que as enzimas proteolíticas podem aumentar os efeitos dos últimos. Enzimas: Varfarina e outros anticoagulantes; Piper nigrum: Extratos que contêm Piper nigrum em doses elevadas, podem interagir com as substâncias abaixo indicadas, por aumento dos seus efeitos colaterais e porque são igualmente metabolizados pelos citocromos P450 3A4, P450 1A1 e P450 2D6: Fenitoina (antiepilético), Propranolol (betabloqueador), Rifampina, ciclosporina e Amoxicilina (Antibióticos), Teofilina (broncodilatador); anticoagulantes e antiagregantes plaquetários, antidiabéticos orais, Nevirapina (antirretrovirais), Atorvastatina (estatina), Carbamazepina (anticonvulsivante); Berberis aristata: Extratos que contêm Berberis aristata em doses elevadas, devido à presença da berberina (alcalóide), podem interagir com as substâncias abaixo indicadas, por aumento dos seus efeitos colaterais e porque são igualmente metabolizados pelos citocromos P450 3A4, P450 2D6: Ciclosporina (Antibiótico), anticoagulantes e antiagregantes plaquetários, Metformina e outros antidiabéticos, anti-hipertensores, Midazolan e outros Medicamentos sedativos com ação no SNC, Dextrometorfano (antitússico), Losartan (anti-hipertensor), Tacrolimus (Imunossupressor); Equisetum arvense: Extratos com Equisetum arvense L. em doses elevadas interagem com: Lítio, antidiabéticos, diuréticos mesmo quando em associação com anti-hipertensores, Efavirenz e outros antirretrovirais. Com a administração concomitante com diuréticos pode ocorrer depleção de potássio; Urtica dioica: Extratos com Urtica dioica L. em doses elevadas interagem com: Antidiabéticos, Varfarina e outros anticoagulantes, diuréticos mesmo quando em associação com anti-hipertensores, sendo que a sua administração concomitante com diuréticos pode ocorrer depleção de potássio; Arctosphylos uva-ursi: Extratos com Arctosphylos uva-ursi L. em doses elevadas interagem com: Lítio, antidiabéticos, diuréticos mesmo quando em associação com anti-hipertensores, sendo que a sua administração concomitante com diuréticos pode ocorrer depleção de potássio; Rutina: Varfarina (anticoagulante).
Contra-Indicações Não tomar em caso de hipersensibilidade a qualquer um dos constituintes desta formulação. Contraindicado em situações de edemas provocados por insuficiência cardíaca ou renal, na gravidez e aleitação, bem como em casos de gastrites e úlcera gastroduodenal. Também não é aconselhável o uso por crianças com idade inferior aos 12 anos, devido à hepa toxicidade dos compostos hidroquinónicos.
Efeitos indesejáveis Rutina: raros, mas podem incluir: dor de cabeça, rubor, erupções cutâneas, dores de estômago. Em doentes gastro sensíveis podem observar-se sintomas como náuseas e vómitos.
Advertências Não deve ser administrado concomitantemente com medicamentos que acidifiquem a urina ou com outros diuréticos, com estimulantes do sistema nervoso, nem com medicamentos cardiotónicos ou hipertensores, em especial com medicamentos digitálicos. Deve ser evitada a toma em conjunto com bebidas alcoólicas e com alimentos que provoquem um aumento do ácido úrico na urina, como é o caso dos mariscos e das carnes vermelhas.
Recomendações Não deve ser excedida a toma diária indicada. Os suplementos alimentares não são substitutos de um regime alimentar variado e equilibrado nem de um modo de vida saudável. Conservar na embalagem original protegido da luz, em local seco e a temperatura inferior a 25°C. Manter fora do alcance e da vista das crianças. O uso seguro durante a gravidez e amamentação não foi estabelecido. Na ausência de dados suficientes, o uso durante estes períodos não é recomendado. O produto não deve ser utilizado no caso de hipersensibilidade ou alergia a qualquer um dos constituintes da formulação.

Inserir Comentário

Obs: HTML não é suportado!
    Fraco           Bom
Captcha
  • Fabricante: Vitalenzym N®
  • Código do produto: Embalagem de 90 cápsulas
  • Disponibilidade: Em Stock
  • 26.38€


Produtos Relacionados

Vitalenzym UR ♂ (masculino)

Vitalenzym UR ♂ (masculino)

CaracterísticasTrienzyComplex®Complexo enzimático com elevada capacidade proteolítica, que atua nos ..

26.38€

Tags: Sistema Urinário, Infeções Urinárias